Minicurso abre portas ao 1º Núcleo de Audiovisual de Palmas-TO

A experiência do VJ Vacão confere excelência aos seus trabalhos, sendo amplamente reconhecido, além de demonstrar abertura para o aprendizado nos espaços nacionais e internacionais em que já esteve

No dia 29 de junho de 2019 a instituição SESC (Serviço Social do Comércio)  do Departamento Regional do Tocantins, responsável por proporcionar educação, saúde, cultura, lazer e assistência, organizou um minicurso sobre Workshop de Vídeo Mapping (Mapeamento de vídeo) gratuito para o público que se interessasse pela temática. 

Durante a parte da manhã e tarde no SESC, Leandro Sousa, conhecido pelo nome artístico VJ Vacão ministrou aulas a fim de passar seus conhecimentos adquiridos dentro de seus mais de 10 anos de carreira, em projeção visual psicodélica, em eventos e festas.

Arquivo Pessoal

De forma acessível e buscando ter um contato direto com as dúvidas dos que ali estavam presentes, por meio de slides e exemplificação prática de seu trabalho, demonstrou que é totalmente possível a partir da curiosidade e estudo da aprimoramento das projeções visuais, abrir portas à imaginação, sensibilidade e ritmo. As cores, formatos vão de acordo com a mente de quem ministra; ouvir a música e interpretar o som, o faz ser assertivo e expressivo nas projeções. Tornando qualquer superfície uma obra viva e interativa com o ambiente, as pessoas, e as batidas da música. 

No período da noite o minicurso foi estendido ao espaço da produtora ‘Árvore seca’, responsável pela produção de artes, eventos e artistas, dando oportunidade da visualização prática do trabalho de VJ Vacão. A partir da manipulação de imagem pelo photoshop, os projetores puderam tornar pinturas estáticas, em obras vivas e em movimento, que vislumbraram uma multiplicidade de formatos artísticos pelo qual a cada batida musical, fazia com que o som se expressasse em cores.

Arquivo Pessoal

A experiência do VJ Vacão confere excelência aos seus trabalhos, sendo amplamente reconhecido, além de demonstrar abertura para o aprendizado nos espaços nacionais e internacionais em que já esteve. Profissional em edição de vídeo há 12 anos, e com a experiência em produtoras de televisão, agora, deseja também expandir seus conhecimentos, e tem como projeto em andamento estender o curso para a prática das pessoas que querem aprender um pouco sobre o mundo psicodélico e sua construção, proporcionando lazer, conhecimento, e abertura para a expressão psíquica a partir de formatos e símbolos que se limitam de acordo com a expansão da criatividade da mente de cada um.

Maria Eduarda Oliveira
Acadêmica de Psicologia na instituição de ensino CEULP/ULBRA, bolsista no programa de extensão (EN)cena - Saúde Mental em Movimento. Equipe de produção textual.